25 setembro 2012

Saúde em via pública


Estratégia do Governo Federal para a promoção da saúde e redução de mortes prematuras por DCNT

O Programa Academia da Saúde, instituído pela Portaria nº 719 do Ministério da saúde, tem como principal objetivo contribuir para a promoção da saúde da população a partir da implantação de pólos com infraestrutura, equipamentos e quadro de pessoal qualificado para a orientação de práticas corporais, atividade física e de lazer e modos de vida saudáveis.

Os pólos do Programa Academia da Saúde são espaços públicos construídos para o desenvolvimento de atividades como orientação para a prática de atividade física; promoção de atividades de segurança alimentar e nutricional e de educação alimentar; práticas artísticas (teatro, música, pintura e artesanato) e organização do planejamento das ações do Programa em conjunto com a equipe de APS e usuários.


                               

As atividades são desenvolvidas por profissionais de saúde da atenção primária em saúde, especialmente dos Núcleos de Saúde da Família (NASF), podendo ser agregados profissionais de outras áreas do setor público.

A meta é facilitar o acesso da população às práticas corporais, melhorando a qualidade de vida, com impacto direto na melhoria dos indicadores relacionados ao tabagismo, álcool, sedentarismo, alimentação inadequada, obesidade e doenças crônicas não transmissíveis (DCNT).


Objetivos do Programa Academia da Saúde:
I - Ampliar o acesso da população às políticas públicas de promoção da saúde;

II - Fortalecer a promoção da saúde como estratégia de produção de saúde;

III - Potencializar as ações nos âmbitos da Atenção Primária em Saúde (APS), da Vigilância em Saúde (VS) e da Promoção da Saúde (PS);

IV - Promover a integração multiprofissional na construção e execução das ações;

V - Promover a convergência de projetos ou programas nos âmbitos da saúde, educação, cultura, assistência social, esporte e lazer;

VI - Ampliar a autonomia dos indivíduos sobre as escolhas de modos de vida mais saudáveis;

VII- Aumentar o nível de atividade física da população;

VIII - Estimular hábitos alimentares saudáveis;

IX - Promover mobilização comunitária com a constituição de redes sociais de apoio e ambientes de convivência e solidariedade;

X - Potencializar as manifestações culturais locais e o conhecimento popular na construção de alternativas individuais e coletivas que favoreçam a promoção da saúde; e

XI - Contribuir para ampliação e valorização da utilização dos espaços públicos de lazer, como proposta de inclusão social, enfrentamento das violências e melhoria das condições de saúde e qualidade de vida da população.


**As informações divulgadas foram obtidas no site do Ministério da Saúde

Nenhum comentário:

Postar um comentário